FMZ A RÁDIO DA FAMÍLIA

Home Notícias Educação

Educação

03.01.2020


Escolas estaduais ganharam reforço para servir mais de 19 milhões de refeições em 2019

Durante todo o ano, foram 19 milhões de refeições servidas nas 448 escolas para cerca de 230 mil alunos

 

 

 

 

Um cardápio diversificado, nutritivo e diferenciado fez parte do dia a dia dos alunos da Rede Estadual em 2019, com pratos que variam de saladas a receitas elaboradas pela equipe da Alimentação Escolar da Secretaria da Educação (Sedu). O momento do recreio ganhou ainda mais sabor com as inovações e os novos equipamentos que incrementaram as cozinhas das escolas.

 

Foram refrigeradores, freezers, fogões e fornos industriais com investimentos do Governo do Estado que ultrapassaram R$ 1,3 milhão para estruturar cozinhas mais modernas e equipadas, visando garantir a qualidade na alimentação escolar de 307 escolas.

 

As unidades também receberam 137 geladeiras com porta de vidro, 32 batedeiras, 44 balanças, 115 liquidificadores, 130 fogões, 50 processadores, 122 freezers e 23 fornos industriais.

 

Durante todo o ano, foram 19 milhões de refeições servidas nas 448 escolas para cerca de 230 mil alunos.

 

Agricultura familiar

O campo dentro da escola também ajudou a diversificar o cardápio. Frutas, legumes, verduras, farinha de mandioca, feijão, ovos, polpa de frutas e derivados do leite como iogurte e requeijão cremoso, por exemplo, e até mesmo filé de tilápia saíram das mãos do produtor rural para irem direto para a mesa nas escolas da Rede Estadual.

 

Os cardápios são todos elaborados pela equipe da Alimentação Escolar da Sedu em parceria com as empresas de gestão da alimentação para garantir refeições saudáveis com a inclusão dos produtos da agricultura familiar. “Os gêneros da Agricultura Familiar são utilizados para compor os cardápios destinados inclusive aos alunos que possuem alguma restrição alimentar, conforme a sua particularidade”, disse a subgerente de Apoio ao Estudante, Jaiara Ferreira Simões.

 

Além de saudável, o cardápio também ganhou em inovação. A equipe aplicou em 2019 o teste de aceitabilidade para substituir o creme de leite pelo leite de inhame. O objetivo foi dar prioridade ao valor nutricional das refeições e inclusão de alunos com restrições alimentares. Também foi implementado o quibe de abóbora e a carne suína.

 

Outra iniciativa para atrair os alunos para uma alimentação saudável nas escolas em 2019 foi a inserção do arroz cremoso, que leva em seu preparo frango, verduras e o leite de inhame. A equipe também trabalha com a possibilidade de novas aplicações no cardápio, sempre feito de forma nutritiva, diferenciada e balanceada, tornando os pratos atrativos.

 

Com informações da Secretaria Estadual de Educação.

 

 

 

 

 

Comentários Facebook


 

 


Facebook


Twitter


Clima

(28) 3546-3068

radiofmz@radiofmz.com.br

 

Av. Ângelo Altoé, 886 - Ed. Esmig - Sala 01 - Centro - CEP - 29375-000 - Venda Nova do Imigrante (ES)


© 2017 Rádio FMZ. Todos os direitos reservados.